domingo, janeiro 22

[eu não tenho um título para isso]

Naquele dia eu acordei absurdamente feliz. Seria o dia em que uma história tensa e sofrida teria fim, e um novo tempo iria começar para todos nós. Seria o dia mais feliz da tua vida, também, e isso por si só já era suficiente para que eu ficasse totalmente radiante. Mas então aconteceu que naquele dia um tornado passou por todos nós. E levou tudo que deveria ter sido teu.

Aquele dia terminou absurdamente ruim e completamente diferente do que deveria ter sido. Aquele dia matou sonhos que nós tínhamos, matou o sorriso que eu veria nos teus lábios, e amassou uma esperança que eu insisto que tu recuperes. Eu torço para que tu a recuperes. Porque a culpa não foi tua, se um tornado resolveu chegar na pior hora.

A culpa não foi tua. E eu peço a todas as entidades que possam existir em todas as crenças para que tu consigas reviver os sonhos e a esperança de outro dia. E mais ainda, eu peço para que aquele sorriso perdido não seja esquecido, ou mantido longe de nós.


Eu acredito em ti.

1 pessoa(s) disse(ram) que:

Valdemir Nunes de Freitas disse...

Nâo é pena que não tenha nome, deixe que chamemos como quisermos. Li e particulamente também não tenho nome mas entendi o que quer dizer.