sábado, abril 24

"As coisas como são" - III

Tem dias que todas as casas nas quais você bate estão vazias, e as pessoas na rua apontam sempre pra mesma placa.

Acontece que você já sabe de cor o que está escrito na tal placa, e as casas estão desocupadas há alguns anos. Então você se pergunta de quem é a culpa, mas não sabe se o problema é bater sempre nas mesmas portas ou se recusar a entender o que dizem as placas.

De qualquer forma, no fim das contas, só existe um culpado.

1 pessoa(s) disse(ram) que:

qualquer menina disse...

bah.. por acaso tu está falando de mim? ahaahahha..
boa metáfora!
me fez sentir uma masoquista que não consegue romper o ciclo da obsessão... mas é uma boa metáfora!

bjoo