segunda-feira, junho 22

Nada romântica

Sentimentalismo pra quem precisa usá-lo. Seja pro que for, eu não quero. O que se sente não precisa ser posto em palavras que formam frases clichês só para ser entendido. Quem ama, ama e pronto. Ama num olhar, num abraço, num aperto. Quem ama por inteiro se faz entender em um gesto, ou até no silêncio.

O frio ama tanto quanto o explícito. Ama por completo, mas por dentro. Sentimentalismo sufoca. Amemos com a cabeça, não só com o coração. O coração é egoísta e exige de volta tudo que oferece, mesmo que por esmola. A consciência cala e ama enquanto houver reciprocidade espontânea.

1 pessoa(s) disse(ram) que:

Mila disse...

nada romântica, é verdade, mas muito bem escrito!
=)
beijos, Gabi!